31 de outubro de 2012

Fados Antigos (6)

Capas de partituras de fados, da primeira metade do século XX.

                                                                           "Fado Liró" de 1908

                                          

                                                                        "Fado da Zulmira" de 1930 

                                         

                                                                          Fado "Se Fores Meiguinho"

                                           
                                            capas in: Instituto dos Museus e da Conservação, Ephemera

30 de outubro de 2012

Synres Portugal

A "Indústria Química Synres Portugal, Lda.", situada na Rua de Marvila em Lisboa, foi uma joint-venture entre a “N.V. Chemische Industrie Synres” (Holanda) fundada em 1947 perto de Rotterdam, e a "Sociedade Nacional de Sabões", sediada em Lisboa, mais precisamente na Rua Direita de Marvila.

                                                "Indústria Química Synres Portugal, Lda.", em Marvila em 1949

 

                            

                                                    “N.V. Chemische Industrie Synres”, na Holanda

                             

Produzia resinas sintéticas (acrílica, vinílica,poliester, epóxi, etc.) utilizadas na produção de tintas, e aguarrás utilizada na fabricação de tintas e como diluente de resinas ou vernizes e artigos de limpeza.

                                        Interiores da fábrica “Synres Portugal”, em Marvila no ano de 1949

 

                            

 

                             

  

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

Em 1971 a “Synres Portugal” foi comprada pela “DSM Chemicals”, e tornou-se em "DSM - Resinas de Portugal, Lda.". A produção foi parada em 1989, e em 1991 a companhia tornou-se 100 por cento holandesa.

29 de outubro de 2012

O Telefone em Portugal (10)

                                   Aparelho de demonstração do A.T.M. na Estação da Trindade em 1930        

                                               

                                               Técnicas de Telecomunicações numa estação telefónica

                  

                                                             Serviço de Fonogramas na Praça D. Luís I        

     

                                                                            Anúncio da APT em 1931

                             

                                                                  Central dos TLP da Estrela em 1977

        

fotos in: Fundação Portuguesa das Comunicações

27 de outubro de 2012

Hotel Atlântico

O “Hotel Atlântico”, na década de trinta, estava instalado no palacete Francisco Eduardo de Barahona Fragoso (advogado e benemérito de Évora), situado frente à praia do Monte Estoril. Este palacete inicialmente edificado por Alfredo Ribeiro, em finais do século XIX, viria a ser vendido por D.Francisca Barahona ao Visconde de Malanza que, por sua vez a passou ao sogro de Fausto de Figueiredo que o veio a herdar. No início da década de trinta, sob a gestão do casal Vera e Ferdinand Mouths (Vera Mouths provinha de uma família holandesa de hoteleiros), o edifício veio a transformar-se, então, no “Hotel Atlântico”.

"Chalet Barahona" e o comboio ainda a vapor

Em 1939, devido a dificuldades financeiras, terá sido adquirido por um alemão de seu nome Wortus. A partir desta casa e sob o projecto do arquitecto Raul Rodrigues Lima, (o mesmo que projectou o Cinema Monumental), manda construir a primeira ampliação do "Hotel Atlântico".

Este hotel, teve a fama durante a II Guerra Mundial de receber espiões nazis e foi muito frequentado por Duarte Pacheco e Supico Pinto, ministros do governo de Salazar. Em 1940 o Hotel, era dominado pelos alemães, que utilizavam a sua privilegiada posição geográfica para controlar o tráfego naval no mar.

O proprietário do "Hotel Atlântico" tinha o costume de durante a II Guerra Mundial por vezes hastear a bandeira nazi, como retrata a foto seguinte.

O "Hotel Atlântico" com a bandeira nazi hasteada pelo seu proprietário

Citando uma passagem do comentário do caro leitor sr. Aragonez: «Conta-se por aqui, que a bandeira nazi foi mandada arrear por Salazar que passava na actual Av. Marginal e que terá mandado a Pide que o seguia noutro carro, informar o proprietário».

No Monte Estoril, os alemães escolheram o "Hotel Atlântico", o "Grande Hotel do Monte Estoril", onde esteve alojado em 1941 o espião jugoslavo Bocko Christitch, e no Estoril o "Hotel do Parque", enquanto o "Grande Hotel da Itália", no Monte Estoril, e o "Hotel Palácio", no Estoril, eram os preferidos dos Aliados. Neste último, estiveram alojados, além do já referido Dusko Popov, o agente duplo Juan Pujol («Garbo») e Nubar Gulbenkian, filho de Calouste Gulbenkian, também frequentador do "Aviz Hotel", que trabalhou para os serviços secretos britânicos, MI 6, em ligação com Donald Darling («Didi»).

Em 1941 o arquitecto Raúl Rodrigues Lima projecta a primeira grande transformação e ampliação do "Hotel Atlântico"

                  

                  

                  

1933

Hotel Atlântico, visto do lado da marginal e do mar, depois das obras de ampliação

 

         

         

Na década de 40 do século XX , a nível de hotéis, o "must" eram o "Hotel Palácio", o "Grande Hotel de Itália", o "Hotel Albatroz", e o "Hotel dos Seteais" em Sintra. O Casino era o grande centro de atracção, principalmente porque promovia quase semanalmente grandiosos bailes, que rivalizavam com os do Palácio. A combater a hegemonia do Casino na vida nocturna, foi inaugurada nos anos 40 a discoteca "Palm Beach", em Cascais, que oferecia a música de uma imponente orquestra.

          

          

                                                                                    Anúncio de 1942

                                      

                                                                               Etiquetas de bagagem

                         

A nível de restaurantes, Muchaxo, Pé-Leve e Choupana davam cartas, acompanhados pelas pastelarias Faz-Tudo e Casa Laura, em Cascais, e Garrett e Deck, no Estoril, que ainda hoje estão abertas. O "Sud Express", o comboio que ligava Paris a Lisboa, fazia escala final no Estoril, tendo Cascais inaugurado a sua estação ferroviária em 1946, altura em que se davam os últimos retoques à Estrada Marginal.

O "Hotel Atlântico" antes de ser encerrado em 2007, dispunha de 175 quartos, equipados tendo em conta as necessidades da vida moderna. Quase todos os quartos possuem vista para o mar e sobre a Baía de Cascais.

                                                                            Piscina do Hotel Atlântico                     

                                    

                                                   Hotel Atlântico a quando do seu encerramento em 2007

                                     

fotos in: Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Hemeroteca Digital, Delcampe.net

Encerrou em 2007 iniciando um plano de obras que visam a sua total remodelação, tendo oferecido o seu espólio (mobiliário e equipamentos) a instituições de beneficência.

                                      Projecto "Atlântico Estoril Residence" que incluirá o novo "Hotel Atlântico"

 

O novo empreendimento de luxo, de seu nome "Atlântico Estoril Residence" da autoria do arquitecto João Paciência será composto pelo "Hotel Atlântico" de 5 estrelas ocupando 3 pisos e com 70 quartos, piscina exterior e SPA, e 5 pisos de habitação de luxo. O projecto para o novo "Hotel Atlântico", prevê alterações na zona da piscina, que será elevada para comportar estacionamento no interior.

26 de outubro de 2012

Antigamente (51)

                                                                              Pensão Nova Sintra

                                  

                                      "Produtos Santini - Cremes e Gelados", na Praia do Tamariz, em 1949

                                  

                                                                         Praça do Comércio em 1955

                                   

                                                             Inauguração do campo de aviação da Lousã      

                                   

fotos in: Old Portugal, Henri Cartier Bresson, Delcampe.net